19.12.16

As festas de Natal dos nossos filhos

Hoje venho falar-vos das Festas de Natal da escola dos nosso filhos.
Já estão a sorrir ou de lágrima no canto do olho?
Somos todos iguais não é verdade?
Pois bem, os pais nas festas de Natal dos filhos transformam-se em verdadeiros malabaristas.
Vamos por partes.
Chegados á festa, os pais começam por brigar pelo primeiro lugar na fila da frente. Depois, assim que abre o pano e entram os artistas, os pais levantam-se imediatamente e iniciam  um abanar de braços e um sem número de caretas a tentar que o filhos os vejam, quando os miúdos só vêm luzes e holofotes e gente de braços no ar a gritar “estamos aquiiii!!” “Miguelllllllll!!!! Olha a mamã aqui a acenar como se fosse um polvo!!!” Carlota, filha... estamos a Oeste da sala!” Aqui Inês!!! Aqui às 2horas! Guia-te pelo relógio, filhota!”
Os míudos começam imediatamente com reflexos condicionados adquiridos (intitulado "o melhor de pavlov") a acenar como loucos para a multidão (sem verem absolutamente nada) enquanto os pais bracejam, fazem o pino e se equilibram entre as cadeiras para que os vejam. E eles? Continuam na deles. A olhar. 
Dão inicio ao espectáculo, e lá vem a choradeira...
Ficamos embevecidos enquanto as nossas crias andam para ali de um lado para outro, a olhar para todo o lado, saltam ou dançam ou cantam descoordenados, mas sao tão fofinhos que dá vontade de ir lá apertar-lhes as bochechas de tão orgulhosos que ficamos.
A festa dura uma eternidade e os nossos filhos actuam 1 minuto e meio... no máximo, mas não faz mal nenhum!! 
São os nossos filhos e temos o maior orgulho nos feitos deles.
Vêm-nos à memória o tempo em que nos preparávamos para aquele momento em que iríamos exibir aos nossos queridos pais, o melhor de nós.
E é maravilhoso!
Quem concorda? 
Um beijo 
M ♡ 




Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © As Memórias da M