14.2.17

Os medos (são) dos pais!

As crianças são na grande maioria desenrascadas, curiosas, aventureiras e esta é a essência da infância.
O medo desde que nascem vem, em grande, parte dos pais.
Os miúdos têm que ganhar confiança. Ganhar coragem. Perder medos. Enfrentar os fantasmas.
 Tudo a seu tempo!Há que saber respeitar o espaço deles.
O João ainda não sabe andar de bicicleta. Incentivo-o a tirar as rodas, mas ele ainda não se sente preparado. 
Vai chegar o dia em que será ele a pedir para as tirar e será ele a dar - me confiança para o largar e deixar ir!
Estou convicta que não é (só) o João que tem medo de andar de bicicleta ou de skate, nem do rugby quando os torneios se tornam mais sérios. 
Sou eu (somos nós!) que temos medo por eles! 
Medo que se magoem, medo que fiquem tristes, medo de os perder, medo que fiquem doentes, medo que sofram. 
Cabe - nos a nós Pais, dar - lhes bases para crescer! Fazê-los crer que se caírem, levantam-se e estaremos cá sempre (assim espero) para os amparar e ajudar a seguir em frente.
Ajudá-los a perceber que vida é feita de obstáculos e frustrações, dramas e acima de tudo, superação! E a superação faz magia!

Um beijo 
M. 


















Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © As Memórias da M